Obama renova por mais um ano sanções econômicas contra Sudão

O presidente norte-americano, Barack Obama, renovou oficialmente por mais um ano as sanções econômicas dos Estados Unidos contra o Sudão nesta terça-feira.

REUTERS

27 de outubro de 2009 | 20h08

A extensão, que Obama tornou oficial em uma carta ao Congresso, foi anunciada depois de sua decisão, no início deste mês, de manter a pressão sobre o país africano enquanto oferece a Cartum novos incentivos para colocar um fim à violência em Darfur.

Obama, que durante a campanha presidencial do ano passado pediu uma política mais dura sobre Cartum, justificou a medida como necessária para evitar que o gigante africano, rico em petróleo, mergulhasse ainda mais no caos.

(Reportagem de Matt Spetalnick)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMASUDAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.