Obama reúne autoridades para avaliar reforços ao Afeganistão

Reunião convocada pelo presidente dos EUA é a 9ª para tratar do assunto e 'possivelmente a última', diz fonte

Agência Estado,

23 Novembro 2009 | 15h04

O presidente dos EUA, Barack Obama, reunirá seu gabinete de guerra na noite desta segunda-feira, 23, "possivelmente pela última vez" antes de decidir a nova estratégia de Washington para a guerra no Afeganistão, revelou uma fonte no governo.

 

A reunião ocorre em um momento no qual Obama analisa um pedido do general Stanley McChrystal, comando militar dos EUA no Afeganistão, para que até 40 mil soldados a mais sejam enviados para integrar o esforço de guerra no país asiático.

 

Obama convocou para o encontro o vice-presidente Joe Biden, o secretário de Defesa Robert Gates e a secretária de Estado Hillary Clinton. A reunião está marcada para as 20 horas locais desta segunda em Washington (23 horas pelo horário brasileiro de verão). Trata-se da nona reunião do gabinete de guerra desde agosto para revisar a estratégia americana para o Afeganistão.

 

De acordo com a fonte, esta será "possivelmente a última vez" que Obama consultará sua equipe antes de anunciar uma nova estratégia para o Afeganistão. A fonte ressalvou, no entanto, que não é possível "afirmar definitivamente" que esta será a última reunião.

 

Os EUA mantêm atualmente 68.000 soldados em solo afegão. Outros países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) possuem, ao todo, mais de 30.000 soldados no país. Ainda assim, a insurgência liderada pela milícia fundamentalista islâmica Taleban tem ganhado terreno nos últimos meses.

Mais conteúdo sobre:
EUA Afeganistão Obama tropas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.