Obama se banha nas águas do litoral do Golfo do México

Presidente americano quis demonstrar que as praias estão prontas para receber turistas

Efe,

15 de agosto de 2010 | 03h03

WASHINGTON - O presidente americano, Barack Obama, deu o exemplo e tomou o esperado banho nas águas do litoral do Golfo do México para demonstrar que não estão poluídas e que as praias estão prontas para receber turistas.

 

O presidente viajou na manhã de sábado, 14, junto com sua esposa Michelle e sua filha mais nova Sasha, para a localidade de Panama City (Flórida) para passar o fim de semana e promover o turismo local.

 

Obama se banhou com sua filha na praia do hotel onde estão hospedados e, para que não haja dúvidas, a Casa Branca postou no portal Flickr a fotografia.

 

A dúvida se Obama o faria ou não estava na boca da imprensa desde que foi anunciado que passaria o fim de semana no estado da Flórida. Especulava-se que o banho poderia acontecer no domingo, já que no sábado o presidente tinha programado se reunir com empresários locais para conhecer de perto a realidade do vazamento.

 

No entanto, a poucas horas de chegar em Panamá City e após dirigir-se aos americanos em discurso no qual assegurou que as praias do litoral do Golfo "estão limpas, são seguras e estão totalmente abertas ao público", a incógnita foi esclarecida.

 

Obama deixou sem argumentos os céticos que desconfiam que as costas do Golfo do México sejam seguras e estejam limpas depois dos milhões de litros de petróleo que vazaram no mar após o acidente de uma plataforma de petróleo da companhia britânica British Petroleum.

 

O mergulho de cabeça aconteceu na baía de Saint Andrew, em águas do Alligator Point, perto do restaurante onde almoçaram. Os Obama também levaram Sasha para um mini-golfe para se divertir praticando um dos esportes favoritos do presidente.

Tudo o que sabemos sobre:
ObamaFlórida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.