Obama: tratado nuclear é o mais abrangente em décadas

O presidente dos EUA, Barack Obama, disse nesta sexta-feira que o tratado para a redução de armas nucleares acertado com a Rússia é o acordo de controle de armas mais abrangente em quase duas décadas, e fortalece os esforços de não-proliferação nuclear mundial.

REUTERS

26 de março de 2010 | 12h15

Os Estados Unidos e a Rússia vêm trabalhando juntos para pressionar o Irã a cumprir com suas obrigações internacionais, disse Obama.

"Com esse acordo, os Estados Unidos e a Rússia -- as duas maiores potências nucleares no mundo -- também enviam um sinal claro de que pretendemos liderar. Ao confirmar nossos próprios compromissos sob o Tratado de Não-Proliferação (Nuclear), nós fortalecemos nossos esforços mundiais de impedir a disseminação das armas, e garantir que outras nações cumpram com suas próprias responsabilidades", disse Obama.

Ele disse que aguardava ansiosamente para trabalhar junto com colegas democratas e republicanos no Congresso para ratificar o novo tratado.

(Reportagem de Patricia Zengerle)

Tudo o que sabemos sobre:
EUATRATADONUCLEAROBAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.