Obama vai ao Colorado encontrar famílias de vítimas de massacre

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, viaja neste domingo para o estado do Colorado para se encontrar com familiares em luto depois do massacre em um cinema nos subúrbios de Denver, que deixou pelo menos 12 mortos e 58 feridos.

MARY SLOSSON E CHRIS FRANCESCANI, Reuters

22 de julho de 2012 | 10h26

As vítimas, que tinham de 6 a 51 anos de idade, foram mortas a tiros em Aurora, no Colorado, nas primeiras horas da sexta-feira, quando um homem armado abriu fogo contra a multidão na lotada estreia do novo filme do Batman.

Uma vigília está marcada para as 18h30 (horário local) deste domingo em frente à Prefeitura de Aurora. O ato foi organizado por líderes civis, comunitários e religiosos.

"Podemos agora começar o processo natural de sofrer e cicatrizar esse sofrimento", disse o prefeito de Aurora, Steve Hogan, no memorial de uma das vítimas, na noite de sábado. "Ainda estamos desnorteados."

A viagem de Obama acontece enquanto especialistas estão aumentando a investigação sobre o homem acusado de ser o responsável pelo massacre. No sábado, autoridades locais e federais desarmaram explosivos no apartamento do suspeito.

James Holmes, 24, foi preso imediatamente após o massacre no cinema.

Mais conteúdo sobre:
EUAOBAMACOLORADOMASSACRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.