Obama vai criar grupo para supervisionar gastos do pacote

Congresso e a Casa Branca estão perto de um acordo sobre pacote de recuperação no valor de US$ 789,5 bi

REUTERS

11 de fevereiro de 2009 | 15h00

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama , afirmou nesta quarta-feira, 11,  que planeja indicar um conselho de supervisão para monitorar os gastos que serão feitos dentro de seu multibilionário pacote de estímulo econômico.   Veja também: As medidas do emprego De olho nos sintomas da crise econômica  Dicionário da crise  Lições de 29 Como o mundo reage à crise  "Nós vamos fazer mais do que jamais foi feito antes, para garantir que cada dólar do contribuinte seja gasto de maneira criteriosa e dentro dos propósitos pretendidos", disse Obama durante visita à Virgínia.   O Congresso e a Casa Branca estão perto de um acordo sobre um pacote de recuperação econômica no valor de US$ 789,5 bilhões, mantendo a iniciativa no rumo para uma votação no final desta semana no Capitólio, segundo informa o Wall Street Journal, citando fontes próximas as negociações.   Entre outros pontos, um proposta de corte de imposto do presidente Barack Obama - benefício fiscal temporário do imposto sobre os salários dos trabalhadores - será reduzido, sob a estrutura que está sendo negociada. Uma proposta em discussão estabelece o valor do benefício em US$ 400 por trabalhador individual, de uma proposta anterior de US$ 500, e em US$ 800 para casais, de US$ 1.000.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMASUPERVISAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.