Obama vence com folgas o caucus de Wyoming

Já sua rival, Hillary Clinton, recebeu 38% do apoio do eleitorado democrata nesse estado

EFE,

09 de março de 2008 | 00h33

O pré-candidato democrata à Casa Branca Barack Obama obteve, neste sábado, a vitória no caucus do estado americano de Wyoming, como estava previsto, com 61% dos votos. Já sua rival, Hillary Clinton, recebeu 38% do apoio do eleitorado democrata nesse estado, após 100% dos votos apurados. Assim, o senador por Illinois soma outro caucus a sua longa lista de vitórias sob este sistema de votação, já que ganhou até agora em todos eles, com exceção de Nevada. Em um dia de votação frio, mas muito movimentado, os eleitores foram em massa às assembléias locais para votar em seu candidato preferido, segundo o presidente do Partido Democrata em Wyoming, John Millin. Hillary sabia de antemão que seria difícil ganhar em Wyoming, e reconheceu isso na sexta-feira em um comício, onde afirmou que este caucus era uma "luta até o topo" para sua campanha. No caucus deste sábado, estavam em jogo 12 delegados, que irão à convenção do Partido Democrata em Denver (Colorado), onde será proclamado o candidato democrata que enfrentará o escolhido republicano, John McCain, nas eleições de novembro. Sete dos doze delegados foram para Barack Obama, enquanto Clinton obteve os cinco restantes, segundo a "CNN". Desta maneira, Obama conta agora com 1.527 delegados e Hillary, com 1.428. No total, são necessários 2.025 delegados para conseguir a candidatura democrata. O caucus de Wyoming não esclareceu o caminho para nenhum dos dois candidatos, que protagonizam uma apertada batalha eleitoral desde o início das primárias, em 3 de janeiro. Após a disputa eleitoral, Obama e Hillary medirão novamente suas forças na terça-feira, nas primárias de Mississipi, onde o senador por Illinois também parte com vantagem, devido à grande comunidade afro-americana no estado, segundo os analistas.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.