Obama vira alvo de ataques de democratas e republicanos

Debates antecedem as prévias de New Hampshire, na terça. Eleições presidenciais acontecem em novembro

MARK EGAN, REUTERS

05 de janeiro de 2008 | 11h34

Na corrida para ser o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, Barack Obama vive uma onda de ataques de seus partidários democratas e dos rivais republicanos antes de debates na TV, neste sábado. Os debates antecedem as prévias de New Hampshire, na terça-feira.   Veja também: Hillary e McCain lideram em New Hampshire Obama e Huckabee saem na frente Vencedores rumam a New Hampshire Para Obama, esperança jovens garantiu vitória Democratas Biden e Dodd desistem da disputa Patrícia: o príncipe e a desolação branca Cobertura completa das eleições nos EUA Conheça os pré-candidatos  Depois da inesperada vitória nas primárias democratas de Iowa, a mensagem de Obama por esperança e mudança foi criticada tanto por Hillary Clinton como pelo republicano Mitt Romney -- que aparecem na liderança das prévias de New Hampshire. "Vocês ouviram Barack Obama?", indagou Romney, ex-governador do Estado de Massachusetts, em comício na sexta-feira à noite. "Ele é uma cara nova, mas ouçam o que vem da boca dele: 'vamos retirar nossas tropas do Iraque'. Já pensaram nas consequências", questionou o republicano, que tenta ser o primeiro presidente mórmon do país. Em sua campanha, Obama promete tirar os soldados norte-americanos do Iraque. Romney foi surpreendido em Iowa, onde perdeu para o pastor batista e ex-governador de Arkansas Mike Huckabee. Hillary Clinton, por sua vez, disse saber que "o próximo presidente vai incorporar as esperanças e os sonhos de todos nós, mas essas esperanças não podem ser falsas". "Temos que escolher um presidente preparado para a tarefa desde o primeiro dia do mandato, uma tarefa que será dura e difícil", declarou a ex-primeira-dama norte-americana. Ela e Obama falaram no mesmo comício democrata na sexta-feira e neste sábado irão se enfrentar no debate televisivo. A primeira rodada de debates será entre Romney, o senador John McCain, que ganhou as primárias de New Hampshire em 2000, o ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani, Huckabbe, o candidato antiguerra Ron Paul e o ex-senador e ator Fred Thompson. No debate democrata, além de Clinton e Obama, estarão o ex-senador John Edwards, segundo lugar em Iowa, e o governador do Novo México, Bill Richardson. As eleições presidenciais dos EUA acontecem em novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAELEICAOOBAMAATAQUES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.