O.J. Simpson entrega objetos pessoais para pagar indenização

Entre os bens estão artigos esportivos que ele roubou no mês passado de um colecionador em Las Vegas

Efe,

03 de outubro de 2007 | 00h44

Um juiz de Los Angeles obrigou o ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson a entregar vários artigos de luxo para indenizar os familiares de Nicole Brown, sua ex-mulher, e de Ron Goldman, amigo dela, ambos assassinados em 1994.  Entre os bens que Gerald Rosenberg, magistrado do Supremo Tribunal de Los Angeles, mandou Simpson entregar para serem usados no pagamento da indenização estão os artigos esportivos que o ex-jogador, na companhia de mais dois amigos, roubou no mês passado de um colecionador em Las Vegas, um relógio Rolex, e alguns troféus dos tempos em que era atleta. Em 1995, O.J. Simpson foi absolvido de matar sua ex-mulher e um amigo dela. Porém, pouco tempo depois, num processo que correu na esfera cível, ele foi declarado culpado das duas mortes e multado em US$ 33,5 milhões pelas perdas e danos decorrentes de seu ato. Como até hoje o pagamento da indenização não foi efetuado, o juiz ordenou a entrega tanto dos objetos, incluindo um Rolex avaliado em US$ 22.000, como a do dinheiro que O.J. Simpson ganhar com os direitos de um videogame que protagoniza. Segundo vários meios de comunicação americanos, no momento em que as autoridades estiverem de posse dos diferentes bens, estes serão entregues ao escritório do xerife do condado de Los Angeles. Depois, os objetos serão repassados para as famílias dos mortos.

Tudo o que sabemos sobre:
SimpsonEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.