Olho do Ike se aproxima da cidade de Galveston, no Texas

Ventos chegam a 175km/h e podem atingir a categoria 3; já há inundações e ondas de sete metros

Efe,

13 de setembro de 2008 | 04h04

Os fortes ventos e as chuvas causados pelo furacão Ike já castigam a costa do Texas, enquanto seu centro se aproxima em uma trajetória que o levará diretamente à ilha de Galveston, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC). Veja também:Ouça a íntegra do depoimento do brasileiro  Imagens da passagem do Ike Ike deve se tornar furacão de categoria 3Brasileiro espera furacão Ike em sua casa em Houston Pentágono mobiliza Exército para passagem do Ike nos EUAFuracão Ike se aproxima do Texas e provoca inundações O olho do Ike, ainda no Golfo do México, estava a apenas 55 quilômetros ao sul-sudeste da cidade de Galveston às 2 horas (de Brasília), e avançava com uma velocidade de 19 km/h em direção ao norte-noroeste, informou o NHC, que tem sede em Miami. Acredita-se que o centro do Ike, com diâmetro de quase mil quilômetros, tocará terra pouco antes das 5 horas (de Brasília). O furacão já conta com ventos de uma velocidade máxima sustentada de 175 km/h, e agora está na parte superior da categoria 2 na escala de 5 Saffir-Simpson. O Ike já provocou inundações e ondas de mais de sete metros, obrigando o deslocamento de mais de 1,2 milhão de pessoas no litoral. As autoridades da cidade de Houston, no Texas, decretaram nesta sexta-feira toque de recolher em algumas regiões do município que estavam sob ordem de evacuação imediata diante da proximidade do Ike. O toque de recolher foi emitido pelo prefeito, Bill White, e o juiz do condado de Harris, Ed Emmet, depois de milhares de moradores terem desobedecido ao alerta de deslocamento. Fontes oficiais disseram que o toque de recolher ficará em vigor entre as 19 horas (locais) desta sexta e as 6 horas (locais) de sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.