Departamento de Polícia de Waterburry/AP
Departamento de Polícia de Waterburry/AP

Padre se diz inocente e nega ter roubado dinheiro de igreja nos EUA

Segundo acusação, reverendo Kevin J. Gray roubou US$ 1,3 milhão de sua paróquia

AP,

21 de julho de 2010 | 20h18

WATERBURY, EUA- Um padre de Connecticut se declarou inocente nesta quarta-feira, 21, de ter roubado US$ 1,3 milhão da igreja na qual ele pregou por sete anos para gastar em roupas e hotéis luxuosos.

 

O reverendo Kevin J. Gray, que era padre na paróquia Sacred Heart/Sagrado Corazon, em Waterbury, foi acusado em 6 de julho por roubo em primeiro grau. Seu advogado disse que o religioso de 64 anos negou o crime.

 

Segundo a polícia, Gray usou o dinheiro para se hospedar em um hotel cinco estrelas, jantar em restaurantes caros e comprar ternos de luxo, como da Armani.

 

Gray pregou na Sacred Heart de janeiro de 2003 a abril deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.