Pane na comunicação atrasa vôos nos Estados Unidos

Tráfego dos principais aeroportos fica comprometido por problemas no processamento de dados

AP e Reuters,

26 de agosto de 2008 | 16h59

A Administração Federal de Aviação americana (FAA, na sigla em inglês) registrou atrasos nos vôos de todo o país nesta terça-feira, 26, depois que parte do sistema de informática que controla a aviação no lado leste do país entrou em colapso. Kathleen Bergen, porta-voz do FAA, indicou que que as autoridades ainda podem se comunicar com os pilotos, tanto em terra quanto no ar.  O Departamento de Segurança Interna informou que os problemas não tinham relação com ataques terroristas e garantiu que a segurança dos passageiros não estava ameaçada. Os aeroportos que enfrentavam mais atrasos eram os de Boston, Baltimore, Atlanta e Chicago A porta-voz afirmou que o problema, que começou à tarde, está em uma instalação da FAA em Hampton, Geórgia, no sul de Atlanta, responsável por processar dados dos planos de vôo. A falha impede a transmissão de dados para uma instalação similar, em Salt Lake City. Como resultado, somente a unidade de Salt Lake City processava as informações dos vôos, causando os atrasos. Kathleen destacou que não há problemas na aterrissagem. "Haverá atrasos nos vôos. Poderá ocorrer em qualquer parte, porque há somente uma instalação processando os dados", anunciou a porta-voz. Segundo informações da rede CNN, a segurança não foi afetada.  No Aeroporto Internacional de Atlanta, que possuiu o maior tráfego do mundo, os oficiais optaram por introduzir manualmente as informações dos vôos para agilizar o processo. A porta-voz do Aeroporto Internacional da Flórida disse que ainda "é muito cedo" para determinar o impacto do problema. Já no aeroporto de Miami não haviam atrasos nem cancelamentos em decorrência da falha. "Há cancelamentos pelo clima de furacão, mas não por isso", afirmou uma porta-voz.  "Não há sinais de vínculos com o terrorismo", afirmou Laura Keehner, porta-voz do Departamento de Segurança Interior. "Parece que estamos superando o problema lentamente", indicou Hank Krakowski, principal oficial de operações de tráfego da FAA.  (Matéria atualizada às 19h50) 

Tudo o que sabemos sobre:
EUAaeroportos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.