Papa pede abertura de corredor humanitário na Geórgia

O papa Bento 16 pediu nodomingo a abertura urgente de corredores humanitários entre aGeórgia e a região separatista da Ossétia do Sul para ajudar asvítimas de um conflito de 10 dias na região. O papa disse estar acompanhando com preocupação a situaçãona Geórgia, particularmente a daqueles que ficaram sem suascasas por conta da guerra e que não têm "o mínimo necessáriopara sobreviver". Segundo a agência de refugiados da Organização das NaçõesUnidas, quase 100 mil pessoas tiveram de deixar suas casas porconta do conflito. "Peço pela abertura sem mais atrasos de corredoreshumanitários entre a Ossétia do Sul e o resto da Geórgia, paraque os mortos que ainda estão abandonados possam ter um funeralapropriado, os feridos sejam tratados e as pessoas possamvoltar a se reunir com seus entes queridos", disse o papa antesda benção do Angelus. Ele expressou esperança de que um cessar-fogo mediado pelaFrança entre as forças russas e georgianas transforme-se em pazestável e pediu que os direitos das minorias étnicas da regiãosejam garantidos. (Reportagem de Silvia Aloisi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.