Para Bush, corrida presidencial não muda decisões no Iraque

Segundo o presidente norte-americano, as tropas serão mantidas no país pela 'paz do ano que virá'

Associated Press,

11 de março de 2008 | 18h57

O presidente norte-americano George W. Bush informou nesta terça-feira, 11, que ele continua com a guerra do Iraque, e que não será influenciado pelo o que acontece nas campanhas pela corrida presidencial dos Estados Unidos.   Bush disse a uma platéia amigável em Nashville, Tennessee, que "a política de 2008 não vai entrar em meus cálculos". Ele falou que, ao invés disso, os níveis de tropas no Iraque serão mantidos pela "paz do ano que virá".   O presidente está tentando enquadrar a guerra em seus termos, enquanto se aproxima o aniversário de 5 anos da guerra semana que vem. Ele falou à convenção da National Religious Broadcasters, e planeja outros discursos sobre o Iraque nos próximos dias.   A eleição presidencial será em Novembro. O candidato republicano John McCain enfrentará Hillary Clinton ou Barack Obama, que ainda estão lutando para serem nomeados pelo partido democrata. Bush deixa a presidência em janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
BusheleiçõespresidênciaIraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.