Pássaros já causaram 668 acidentes aéreos nos EUA

Dados se referem as últimas três décadas; ao todo, 54 pessoas ficaram feridas e uma morreu

Efe,

16 de janeiro de 2009 | 00h54

Os pássaros, que nesta quinta-feira, 15, obrigaram um avião a fazer um pouso de emergência no rio Hudson, em Nova York, causaram 668 acidentes aéreos nos Estados Unidos nas últimas três décadas, segundo dados da Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) do país. Veja tambémAvião com mais de 150 pessoas cai em rio de Nova YorkGaleria de fotos do resgate   Os registros da agência de aviação civil americana, que datam de 1978, indicam que nem todos os acidentes tiveram a mesma gravidade. Em 140 casos, os aviões envolvidos não sofreram danos, ao passo que em 494 as avarias foram menores. Só em 34 vezes as aeronaves sofreram danos substanciais. Os mais de 600 acidentes registrados envolvendo pássaros deixaram, ao todo, 54 feridos e um morto. No ano passado, segundo os dados da FAA, cerca de 20 aviões foram atingidos por pombas, corujas, gaivotas e gansos. Nesta quinta-feira, um Airbus 320 da companhia US Airways caiu no rio Hudson depois que um bando de pássaros passou em frente ao avião minutos após a decolagem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.