Pastor reafirma que não queimará Alcorão no 11 de setembro

Religioso tem confundido opinião pública sobre queima do livro sagrado islâmico

estadão.com.br,

10 de setembro de 2010 | 18h03

GAINESVILLE - O porta-voz do pastor Terry Jones reafirmou nesta sexta-feira, 10, que o reverendo não vai queimar exemplares do Alcorão neste sábado, aniversário dos atentados do 11 de setembro.

Veja também:

blog Gustavo Chacra: Bastidores da cidade de Terry Jones

mais imagens Galeria de fotos: Muçulmanos protestam contra queima do Alcorão

especial Linha do tempo: Principais atentados desde o 11/09

"Quero ser claro e confirmar 100% que não haverá exemplares do Alcorão queimados amanhã", disse o porta-voz K.A. Paul, segundo a AFP.

 

Na quinta-feira, o religioso havia dado uma entrevista na qual anunciara que havia desistido do 'Dia da Queima do Alcorão', após protestos de autoridades do governo americano e no mundo islâmico.

Nas últimas 24 horas, no entanto, o pastor chegou a dizer que a queima estava suspensa, e não cancelada, e chegou a dar um ultimato ao imã Feisal Abdul Rauf, líder islâmico de Nova York, que coordena o projeto de construção de uma mesquita islâmica perto do marco zero.

Segundo Jones, os dois teriam acertado uma reunião amanhã em Nova York para tratar da mudança do centro islâmico. O imã nega ter tido qualquer contato com o reverendo da Flórida, que dirige uma pequena igreja protestante crítica aos muçulmanos.

Jones comanda uma igreja pouco conhecida e é autor do livro The Islam is of the Devil (O Islã é do Demônio, em tradução livre). Segundo o pastor, o Alcorão é "maléfico" por expor uma verdade que não é a da Bíblia e incita um comportamento violento entre os muçulmanos.

Os islâmicos consideram o Alcorão e todo material que tenha seus versos ou os nomes de Allah e do profeta Maomé como sagrados. Qualquer ação que danifique ou desrespeite o Alcorão é considerada extremamente ofensiva.

Leia ainda:

linkMuçulmanos protestam contra o pastor Jones

linkPastor faz cidadezinha virar palco de radicais

linkObama volta a pedir que pastor não queime Alcorão

Tudo o que sabemos sobre:
queima do AlcorãoTerry JonesEUAIslã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.