Pelo menos 160 são presos em protestos anti-guerra nos EUA

Mais de 160 pessoas foram presas nosEstados Unidos na quarta-feira no dia em que os manifestantesmarcaram o quinto aniversário da invasão norte-americana doIraque, obstruindo o trânsito nos centros das cidades etentando bloquear o acesso a edifícios governamentais. Houve 32 prisões em Washington após manifestantes tentarembloquear entradas de prédios públicos, enquanto 30 outros foramdetidos do lado de fora de um prédio do Congresso, informou apolícia. Os manifestantes esperavam fechar o prédio da receitafederal norte-americana, para demonstrar o custo da guerra. Apolícia abriu espaço nas entradas dos prédios uma hora depois. Em San Francisco, um antigo centro anti-guerra, a políciaprendeu mais de 100 pessoas que se manifestaram ao longo do diano centro empresarial da cidade, afirmou um porta-voz. O sargento Steve Maninna afirmou que autoridades tinhamprendido 101 pessoas sob a acusação de invasão de propriedade,resistir à prisão e obstruir o tráfego. A guerra custou aos EUA 500 bilhões de dólares desde ainvasão que derrubou Saddam Hussein, iniciada em março de 2003,e é uma importante questão da eleição presidencial dos EUA emnovembro. Dezenas de milhares de iraquianos foram mortos emilhões foram desabrigados. Quase 4 mil soldadosnorte-americanos morreram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.