Pentágono pede verbas para novos blindados no Iraque

Defesa dos EUA pedem fundos para transportar veículos por avião, já que navios levariam semanas

Efe,

08 de agosto de 2007 | 08h05

O Pentágono solicitou ao Congresso americano quase US$ 750 milhões para transportar urgentemente ao Iraque, por avião, os novos veículos de transporte leves dotados de melhor proteção contra minas e explosivos, informa nesta quarta-feira, 8, o site do jornal USA Today. Veja também: Número de tropas dos EUA no Iraque é o mais alto da história Funcionários da ONU pedem retirada do Iraque O jornal americano, que cita documentos da proposta orçamentária do Pentágono, explica que o pedido de fundos de emergência permite o envio em 13 horas dos novos veículos. O transporte de navio levaria várias semanas. A dotação econômica faz parte de um fundo suplementar requerido pelo Departamento de Defesa para o próximo ano fiscal, que começa em outubro. O custo total é de US$ 5,3 bilhões, destinados a melhorar a segurança dos transportes leves no Iraque. O Pentágono pretende obter um financiamento para dispor em 2008 de 8 mil veículos com maior proteção contra explosões (MRAP, sigla em inglês). O responsável pelo projeto, John Young, calcula que no fim de 2007 3.500 veículos reforçados poderão chegar ao Iraque. Segundo funcionários do Pentágono, citados pelo jornal, o custo do envio aéreo chega a US$ 135 mil por veículo. Por mar, são apenas US$ 18 mil. Michael O'Hanlon, analista militar do Brookings Institution, citado pelo USA Today, afirma que a necessidade de transportar rapidamente os novos veículos se deve ao mau planejamento do Pentágono. Os comandantes americanos não anteciparam o envio por considerar que a guerra teria uma curta duração, explicou. A Câmara de Representantes aprovou no domingo um orçamento para o Departamento de Defesa no valor de US$ 459,6 bilhões. O total não inclui os fundos para a Guerra do Iraque, que serão debatidos em setembro, após o recesso legislativo. Segundo a revista Army Times, 1.500 soldados e fuzileiros americanos morreram no Iraque devido à explosão de bombas em estradas. Veículos dotados de melhor blindagem, como os MRAP, poderiam ter salvo as suas vidas.

Tudo o que sabemos sobre:
PentágonoEstados UnidosEUAIraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.