Pentágono quer pena de morte para acusado de planejar 11/9

O Pentágono pretende que o homemconsiderado o mentor dos ataques de 11 de Setembro nos EUA,Khalid Sheikh Mohammed, seja julgado por assassinato econspiração, assim como outros cinco, e pedirá sua execução emcaso de condenação. As acusações, se forem aprovadas por um indicado peloPentágno para supervisionar o tribunal de guerra de Guantánamo,são as primeiras provenientes dessa corte que alegamenvolvimento direto nos ataques de 2001 nos Estados Unidos e asprimeiras envolvendo pena de morte. Mohammed, de nacionalidade paquistanesa e conhecido comoKSM, disse que planejou cada aspecto dos ataques de 11 deSetembro. A confissão dele, no entanto, pode se tornarproblemática se for usada, porque a CIA admitiu que ele foiobjeto de uma técnica de interrogatório que consiste nasubmersão do interrogado, considerada por muitos como tortura. (Reportagem de Kristin Roberts)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.