Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Plano de segurança para Maratona de Boston previa cenário de bombas

O planejamento de segurança para a Maratona de Boston da semana passada, em que duas bombas explodiram matando três pessoas e ferindo 264, incluía a preparação para enfrentar uma emergência deste tipo, disse uma autoridade de segurança pública do Estado de Massachusetts, nesta quarta-feira.

Reuters

24 de abril de 2013 | 21h09

"Passamos meses planejando para a maratona. Fizemos um exercício na semana anterior que incluiu um cenário de atentado", disse Kurt Schwartz, subsecretário do Estado para segurança interna, a um painel da Universidade de Harvard.

Duas bombas explodiram na linha de chegada da maratona, um dos eventos esportivos mais assistidos em Boston, onde havia um multidão de dezenas de milhares de espectadores.

Devido à natureza pública da maratona, que é realizada ao longo de 42,2 quilômetros desde a cidade vizinha de Hopkinton até o centro de Boston, autoridades de segurança disseram que levaram em conta uma variedade de possibilidades.

As regras de planejamento adotadas após os ataques de 11 de setembro de 2001 em Nova York e Washington "forçaram a fazer isso, pensar sobre o impensável", disse o comissário de polícia de Boston, Ed Davis, ao painel.

"Quando você faz isso, quando você imagina o que pode acontecer... você responde de uma maneira que é, provavelmente, mais pensativa".

Os investigadores acusam dois irmãos de etnia chechena --Tamerlan Tsarnaev, que morreu em um tiroteio com a polícia, e Dzhokhar Tsarnaev, que está detido-- pela explosão das bombas.

(Reportagem de Scott Malone)

Tudo o que sabemos sobre:
EUABOSTONSEGURANCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.