Polícia acha quatro bebês mortos em casa de mulher nos EUA

Os restos de quatro bebês prematuros foram achados escondidos em sacos de lixo e em um cobertor na casa da dona de uma empresa de táxis de Ocean City, Maryland, Costa Leste dos EUA, disse a polícia na segunda-feira. Christy Freeman, 37 anos, foi indiciada por homicídio pela morte de um dos bebês, e pode ser acusada por outros casos, segundo Barry Neeb, porta-voz da polícia local. Os agentes encontraram o corpo de um dos bebês envolvido em um cobertor no apartamento de Freeman na quinta-feira passada, depois de ela ser hospitalizada com cólicas e hemorragia, segundo Neeb. Os médicos constataram que Freeman havia estado grávida recentemente, o que levou a polícia a vasculhar seu apartamento. Ali, a polícia encontrou também um saco de lixo escondido num baú no quarto de Freeman. Dentro havia três sacos plásticos menores, dos quais dois continham os restos de dois bebês, enquanto no terceiro havia uma placenta, segundo a polícia. No dia seguinte, os restos dos quarto bebê foram achados em um saco de lixo dentro de um trailer estacionado junto ao prédio de Freeman, segundo a polícia. Um laudo médico sobre a idade dos bebês e a causa das mortes deve ser divulgado nesta semana. "Nenhum deles teve gestação completa", disse Neeb. Freeman tem outros quatro filhos, supostamente adolescentes, de acordo com o policial. A acusada compareceu na segunda-feira a uma audiência para determinar se pode aguardar o processo em liberdade. Need disse que o caso deve ir a júri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.