Polícia diminui para três número de mortos em tiroteio no Novo México

Segundo novo reporte, alvo de atirador que matou duas pessoas era sua noiva

Efe,

12 de julho de 2010 | 19h30

WASHINGTON- Três pessoas morreram nesta segunda-feira, 12, em um tiroteio em uma empresa no Novo México, ao invés das seis reportadas pelas autoridades inicialmente, informou o chefe da polícia de Albuquerque, Ray Schultz.

 

O alvo do agressor de 37 anos era sua noiva, que havia se queixado a colegas de trabalho sobre o comportamento de seu parceiro, segundo o policial, que revelou que a mulher foi atingida por disparos, mas que não sabe seu estado de saúde atual.

 

"Acreditamos que este é um caso de violência doméstica no local de trabalho", afirmou o chefe de polícia em uma coletiva de imprensa.

 

Schultz explicou que os primeiros agentes que entraram na fábrica da Emcore Corporation em Albuquerque passaram ao lado de pessoas que acreditavam estar mortas, mas na realidade elas estavam apenas feridas, o que deu lugar ao erro inicial no número de baixas.

 

O atirador, cujo nome não foi divulgado, matou uma pessoa fora do edifício e foi encontrado morto dentro dele, aparentemente após ter se suicidado. Outra pessoa morreu no Hospital da Universidade de Novo México. No total, ele atirou em dez pessoas, segundo a polícia.

 

Com informações da CNN

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.