Polícia identifica suspeito de apunhalar 16 pessoas e matar 5 nos EUA

Casos começaram na cidade de Flint e vítimas apunhaladas não tinham relações entre si

Efe

13 de agosto de 2010 | 01h03

WASHINGTON- A polícia da cidade americana de Leesburg, no estado da Virgínia, informou na quinta-feira, 12, sobre a detenção de um suspeito de apunhalar pelo menos 16 pessoas, matando cinco, em diferentes estados americanos.

Segundo a CNN, as autoridades identificaram o detido como Elias Abuelazam, um israelense de 33 anos.

A investigação foi realizada pelas Polícias dos estados de Michigan e Virgínia junto com o FBI (polícia federal americana).

Os casos começaram no dia 24 de maio, na cidade de Flint (Michigan), e também foram registrados em Toledo (Ohio) e Leesburg.

A identidade do criminoso inicialmente foi mantida em segredo e ainda não foi oficialmente confirmada, mas se sabe que Abuelazam foi detido na quarta-feira no aeroporto internacional de Atlanta quando tentava embarcar para Tel Aviv.

Segundo fontes citadas pela CNN, Abuelazam vive legalmente nos Estados Unidos. Ele teria alegado que estava viajando a Israel para renovar seu passaporte.

Aparentemente, as vítimas não tinham relação entre si e foram apunhaladas de forma indiscriminada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.