Polícia identifica vítima em caso do decapitado de Hollywood

Um homem que teve cabeça, mãos e pés encontrados nas colinas abaixo do famoso letreiro de Hollywood, perto de Los Angeles, foi identificado na sexta-feira como Hervey Coronado Medellin, de 66 anos.

DAN WHITCOMB, REUTERS

21 de janeiro de 2012 | 11h11

Uma mulher e sua filha que caminhavam com cachorros na região encontraram a cabeça decapitada do homem nesta semana, e uma busca subsequente encontrou as mãos e os pés.

Investigadores ainda não conseguiram dizer como Medellin morreu ou foi desmembrado, nem deram detalhes sobre a vida dele. Detetives de homicídios ainda questionam testemunhas e potenciais suspeitos no caso, disse Andrew Neiman, tenente da polícia de Los Angeles.

A polícia disse que detetives examinaram a região próxima ao Griffith Park, no coração de Los Angeles, procurando por provas ou testemunhas antes da parte do parque onde os restos humanos foram encontrados serem reabertas ao público, na sexta-feira.

O caso teve início na terça-feira, quando uma mulher e sua filha que passeavam com cachorros cruzaram com a cabeça em uma sacola plástica e reportaram o ocorrido aos seguranças do parque. As mãos foram encontradas no dia seguinte na mesma região, uma por um cão farejador e outra por um investigador.

Na quarta, um outro investigador encontrou os pés, juntos, na mesma região. Neiman disse que a polícia trabalha com a teoria de que as partes dos corpos foram deixadas juntas no parque e depois espalhadas por animais.

(Reportagem adicional de Mary Slosson)

Tudo o que sabemos sobre:
EUACRIMEHOLLYWOOD*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.