Pólipos retirados de Bush são benignos

Presidente americano terá que se submeter a novo teste em três anos

Reuter

23 Julho 2007 | 19h05

Cinco pequenos pólipos que foram retirados do presidente norte-americano, George W. Bush, durante uma colonoscopia de rotina são benignos, mas ele se submeterá a um novo teste em três anos, informou na segunda-feira a Casa Branca. "O presidente está bem, não há motivo para alarme", disse o porta-voz da Casa Branca, Tony Snow. No sábado, médicos retiraram os pólipos na casa de campo presidencial de Camp David. Em duas outras ocasiões Bush, 61, teve pólipos retirados -- uma em 1998 e outra no ano seguinte. No sábado, o presidente transferiu voluntariamente seus poderes ao vice-presidente, Dick Cheney. Esta foi a terceira vez que isso aconteceu na história do país.

Mais conteúdo sobre:
mundo EUA George W. Bush

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.