População de origem hispânica deve chegar a 50 milhões nos EUA

WASHINGTON, 24 de março (Reuters Life!) - Os dados do Censo 2010 que estão para ser divulgados nesta quinta-feira nos Estados Unidos devem mostrar que a população de origem hispânica chegou a 50 milhões pela primeira vez no país, disseram analistas.

REUTERS

24 de março de 2011 | 18h49

Está previsto que a Agência do Censo dos EUA divulgue os primeiros resultados da edição de 2010 no final do dia. Analistas afirmam que os dados devem mostrar um crescimento maior do que o esperado para a população hispânica, atualmente em torno de 47 milhões de habitantes.

"Acho que é provável que chegue a 50 milhões e represente a maior parcela do crescimento populacional no país na última década", disse D'Vera Cohn, uma analista sênior da consultoria Pew Research Center, que até o momento analisou números de 48 dos 50 Estados norte-americanos.

"Esta é uma população jovem, cujo crescimento é resultado cada vez mais de nascimentos e não de imigração. É uma população que está se expandindo em praticamente todos os distritos do país, e crescendo especialmente com força em Estados onde os latinos não estavam presentes em uma década atrás ou mais", acrescentou ela.

Uma cifra preliminar dos 48 Estados que mandaram seus números até o momento mostrou que 56 por cento do crescimento da população como um todo na década passada advém da imigração de hispânicos e dos nascimentos nesse grupo, afirmou Cohn.

O rápido crescimento entre a população hispânica também está mantendo a população estável em Estados que, de outro modo, teriam tido um declínio no número de habitantes em relação a 2000, incluindo Massachusetts e New Jersey.

(Reportagem de Tim Gaynor)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHISPANICOSCENSO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.