Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Prefeito de Detroit é indiciado por perjúrio e outros crimes

O prefeito de Detroit, KwameKilpatrick, do Partido Democrata, foi acusado na segunda-feirade perjúrio, obstrução da justiça e conduta incompatível com ocargo devido a seu envolvimento em um escândalo sexual e aofato de ter aceitado pagar 8,4 milhões de dólares em uma açãojudicial impetrada contra a cidade. A polêmica em torno do político negro, antes apontado comouma estrela em ascensão dentro da legenda, paralisou o governomunicipal e pode respingar na campanha presidencial e naquestão sobre como o Partido Democrata tratará os delegados doMichigan, que estão sendo disputados pelos pré-candidatosHillary Clinton e Barack Obama. O indiciamento por oito crimes anunciado por Kym Worthy,promotora do condado de Wayne, inclui duas acusações deobstrução da Justiça e quatro de perjúrio. Cada crime deperjúrio pode ser punido com uma pena de mais de 15 anos deprisão. "O sistema judicial viu-se gravemente ridicularizado e aconfiança do público foi pisoteada", afirmou Worthy, atacandocom palavras duras o prefeito. Segundo Worthy, advogados da Prefeitura de Detroit buscaramtorpedear uma investigação de dois meses realizada por ela. Apromotora disse que algumas das provas que tentou obter haviamsido extraviadas ou destruídas. Christine Beatty, ex-chefe de gabinete de Kilpatrick,também foi indiciada por perjúrio e obstrução da Justiça. Kilpatrick, de 37 anos, disse que continuará no cargo e queenfrentará as acusações enquanto tenta conseguir apoio para umprograma de investimento de 300 milhões de dólares na cidade. Oprefeito deve conceder uma entrevista coletiva ainda nasegunda-feira. (Reportagem de Kevin Krolicki)

KEVIN KROLICKI, REUTERS

24 de março de 2008 | 15h04

Tudo o que sabemos sobre:
EUAPREFEITODETROIT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.