Presença dos EUA no Iraque chegará a 170 mil soldados

O contingente militarnorte-americano no Iraque vai superar os 170 mil soldados, umnovo recorde, ainda neste ano, devido à sobreposição durante umcerto período entre grupos que chegam e que partem, disse ogeneral Carter Ham na quinta-feira. Ham disse que a intenção é manter o nível atual, cerca de160 mil soldados, até meados de 2008, mas que isso pode mudarse houver uma decisão política de reduzir o contingente. "Este outono será um período em que haverá até cincobrigadas fazendo uma transição simultânea, então veremos umpico durante esse período de transição, talvez para até 171mi", disse ele a jornalistas no Pentágono. "Aí, conforme a transição se completa, voltaremos aosníveis em que estamos hoje", disse Ham, diretor de operações doEstado-Maior Conjunto dos EUA. Neste ano o governo determinou o envio de cerca de 30 milsoldados adicionais para tentar conter a violência sectária noIraque. Os democratas, que controlam o Congresso, foram contra oreforço e querem que a Casa Branca comece a retirar as tropasrapidamente. O presidente George W. Bush pede mais tempo paraseu plano funcionar e diz que os comandantes militares devemser ouvidos sobre uma retirada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.