Preso homem que fez diretor de escola refém nos EUA

Nenhum estudante foi feito refém; impasse terminou sem que nenhum tiro fosse disparado

Efe,

10 Novembro 2009 | 12h44

A Polícia deteve o homem armado que invadiu uma escola em Pine Plaines, no norte do estado de Nova York, e durante duas horas tomou como refém seu diretor nesta terça-feira, 10.

 

Após reter o diretor da escola, Bob Hess, durante quase duas horas, o suspeito se rendeu aos policiais, como informou o diário The Poughkeepsie Journal em seu site. Segundo o supervisor da escola, Gregg Pulver, o sequestrador pode ser o pai de um dos alunos da Stissing Mountain High School, que fica cerca de 150 quilômetros ao norte da cidade de Nova York.

 

Ainda não se sabe os motivos que levaram o sequestrador, que após se render foi algemado e posto em uma ambulância, a tomar como refém o diretor da escola. Nenhum estudante foi feito refém. Não há informações sobre feridos.

 

Após saber do incidente, as autoridades locais estabeleceram um perímetro de segurança em torno da escola, além de cortar o acesso ao tráfego de algumas ruas próximas ao local. A operação envolveu cerca de 100 policiais.

 

Além disso, as autoridades decidiram esvaziar o centro escolar, que abriga cerca de 500 alunos e 100 professores, segundo indica a escola em seu site.

 

O último tiroteio ocorrido em um centro educativo dos EUA aconteceu em 26 de abril na Universidade de Hampton (Virgínia), quando um jovem de 18 anos irrompeu nos dormitórios do campus e feriu duas pessoas.

Mais conteúdo sobre:
escola reféns EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.