Preso inspetor responsável por guindaste de Nova York

Acidente em prédio de Manhattan deixou 7 mortos no sábado; acusado pode ser condenado a 4 anos de presão

Efe,

20 de março de 2008 | 18h57

As autoridades de Nova York prenderam nesta quinta-feira, 20, o inspetor encarregado de supervisionar o guindaste que caiu na semana passada em Manhattan e causou a morte de sete pessoas, informou o Departamento de Edificação da cidade americana Veja também:Sobe para 7 número de mortos no acidente de guindaste em NY O detido, que pode ser condenado a quatro anos de prisão, é acusado ainda de falsificar seus registros, já que, segundo as autoridades municipais, nunca inspecionou o gigantesco guindaste que caiu entre a Primeira e a Segunda Avenidas. A detenção foi anunciada em entrevista coletiva pela comissária do Departamento de Edificação da cidade, Patricia Lancaster, que também ordenou uma auditoria sobre os registros de inspeção. Lancaster detalhou que o inspetor envolvido, de nome Edward Marquette, de 46 anos, anotou em seus registros que tinha supervisionado as condições dias antes da queda do guindaste em 15 de março. O Departamento de Edificação informou que no último dia 4 um morador apresentou uma queixa na qual assegurava que o guindaste não estava corretamente posicionado com relação a edifícios e que partes dele pareciam mal fixadas. Nos registros consta também que o detido anotou que não havia problema ou violação alguma de normas com relação ao estado do guindaste. Seis operários e uma mulher que visitava a cidade morreram no último sábado, quando o citado guindaste se desprendeu de sua base e atingiu edificações próximas.

Tudo o que sabemos sobre:
queda do guindasteNova York

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.