Presos 96 em operação antidrogas em universidade americana

Autoridades detém 75 estudantes de universidade na Califórnia após duas mortes por overdose no campus

Efe,

06 de maio de 2008 | 18h35

Quase uma centena de pessoas, a maior parte estudantes, foi presa nesta terça-feira, 6, na Universidade de San Diego, na Califórnia, por acusações ligadas ao tráfico de drogas, informaram as autoridades americanas.   Veja também: Polícia dos EUA detém 52 e apreende 45 kg de metanfetaminas   A Direção Central de Controle de Drogas dos Estados Unidos, (DEA), explicou que 75 dos 96 detidos são estudantes e que alguns deles buscavam graduar-se em matérias de justiça criminal e segurança nacional.   Segundo um comunicado, a polícia do campus e a DEA começaram uma operação secreta depois da morte por overdose de um estudante, em maio de 2007. Uma segunda morte pela mesma causa ocorreu em fevereiro deste ano.   "Agentes da DEA começaram uma intervenção nos celulares dos estudantes encarregados pela distribuição da droga. Foram feitas mais de 130 compras" durante a investigação, chamada "Operation Sudden Fall" (Operação queda repentina), explicou a nota.   Drogas, dinheiro e armas foram encontrados com vendedores e consumidores durante a ação, informaram as autoridades. Prevê-se que os acusados se apresentem para a Corte ainda nesta terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAdrogasCalifórnia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.