Principal assessora antiterrorismo da Casa Branca renuncia

Fran Townsend deixa governo Bush após mais de 4 anos no cargo; presidente segue perdendo altos funcionários

Efe,

19 de novembro de 2007 | 12h32

Fran Townsend, a principal assessora da Casa Branca em temas de terrorismo e segurança interna, apresentou sua renúncia, anunciou nesta segunda-feira, 19, a Casa Branca. Nenhuma razão foi apresentada para a saída de Townsend, assim como nenhum nome para a sucessão foi anunciado.   O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, afirmou em comunicado que Townsend guiou "habilmente" o Conselho de Segurança Nacional e teve "papel-chave" nas estratégias e políticas elaboradas pela Casa Branca para proteger os americanos contra potenciais atentados terroristas.   "Fran sempre ofereceu sábios conselhos sobre como proteger melhor o povo americano contra a ameaça terrorista", disse Bush. O presidente destacou ainda que Townsend ocupou o cargo durante quatro anos e meio.   Com a saída de Townsend, continua o "êxodo" de assessores de Bush. Neste ano, saíram da Casa Branca, Karl Rove, o principal conselheiro político de Bush, e o assessor presidencial Dan Bartlett, entre outros altos funcionários.   A assessora em temas antiterroristas tem mais de duas décadas de experiência como alta funcionária. Antes do cargo na Casa Branca, Townsend trabalhou como assistente do procurador de distrito de Brooklyn (Nova York), onde se concentrou em perseguir casos relacionados a narcóticos e à máfia, entre outros.   Townsend ainda ocupou diferentes cargos como conselheira do procurador-geral para políticas de inteligência e assessora do Conselho de Segurança Nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Fran Townsendrenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.