Produtividade nos EUA aumenta mais que o esperado

A produtividade nos Estados Unidosaumentou mais que o esperado no quarto trimestre, à medida quea maior redução de horas trabalhadas em quase cinco anos ajudoua reduzir os custos do trabalho, informou o governo nestaquarta-feira. A produtividade não-agrícola, que equivale à produçãoobtida de cada trabalhador por hora, subiu a uma taxa anual de1,8 por cento nos últimos três meses de 2007, uma notícia quepode confortar um Federal Reserve que mudou seu foco dainflação e reduziu os juros para acelerar o crescimentoeconômico. O Departamento de Trabalho revisou os dados do terceirotrimestre, para alta de 6 por cento ante o dado preliminar de6,3 por cento. Foi a melhor leitura em quatro anos. Economistas ouvidos pela Reuters previam para o quartotrimestre uma expansão da produtividade de apenas 0,4 porcento. O custo unitário do trabalho --uma medida de inflação e depressões salariais-- subiu 2,1 por cento, ante previsão de 3,5por cento. Foi a maior alta desde o primeiro trimestre de 2007. O dado do custo do trabalho no terceiro trimestre foirevisto para queda de 1,9 por cento, ante a divulgaçãopreliminar de baixa de 2 por cento. (Por David Lawder)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.