Professora americana é presa com garoto de 13 anos no México

Kelsey Peterson, de 25 anos, responderá por seqüestro e pedofilia; em cartas, 'namorado' dizia que a 'amava'

Associated Press,

03 de novembro de 2007 | 12h59

A polícia mexicana prendeu neste sábado, 3, uma professora americana que fugiu dos Estados Unidos com um ex-aluno de 13 anos, afirmou um procurador. Kelsey Peterson, de 25 anos, foi presa e seu "namorado", levado de volta para a família.   Peterson, que ensinava matemática e era técnica de basquete em um colégio de Nevada, nos EUA, fugiu em 26 de outubro, assim que descobriu que estava sendo investigada pela relação com o adolescente.   A professora será julgada por seqüestro, pedofilia e cumplicidade em delinqüência de menor. Além disso, ela ainda será acusada de tráfico sexual de menor, segundo o promotor Joe Stecher.   O garoto, Fernando Rodriguez, estava na oitava série do colégio, mas cursava matemática na sexta série, na qual Peterson lecionava. A identidade do garoto só foi revelada, segundo reportagem da Associated Press, porque a família já havia iniciado buscas pelo garoto.   Cartas do "casal" revelam que o garoto chamava Peterson de "garotona" e afirma que seu relacionamento não era "somente sexual, mas era muito bom". Arquivos do laptop da professora revelam que o menino dizia amá-la.

Tudo o que sabemos sobre:
ProfessoraPedofiliaMéxicoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.