Projeto do Senado dos EUA deporta clandestinos que entraram após 2011

Os senadores norte-americanos que elaboram um projeto de lei de imigração concordam em determinar a deportação de estrangeiros que cruzaram ilegalmente as fronteiras dos EUA depois de 31 de dezembro de 2011, disse um assessor parlamentar nesta sexta-feira.

Reuters

12 de abril de 2013 | 19h42

A proposta do grupo bipartidário pode oferecer um caminho para que estimados 11 milhões de imigrantes ilegais obtenham sua legalização e eventualmente se tornem cidadãos dos EUA, desde que certas exigências sejam cumpridas.

Mas, entre os imigrantes não documentados, os que entraram depois de dezembro de 2011 serão devolvidos aos seus países de origem, segundo essa fonte, que pediu anonimato porque o texto ainda está em negociação.

"As pessoas precisam ter estado no país por tempo suficiente para criar algumas raízes. Se você simplesmente chegou aqui e está ilegal, não pode ficar", disse o assessor.

Os parlamentares - quatro republicanos e quatro democratas - pretendem apresentar o projeto na terça-feira.

(Reportagem de Rachelle Younglai, Richard Cowan e Charles Abbott)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIMIGRANTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.