Rastro de 'arma química' esvazia escritório da ONU em NY

Substâncias foram usadas nos anos 1990 em programa de inspeção do desarmamento no Iraque

Efe,

30 de agosto de 2007 | 14h07

A Organização das Nações Unidas evacuou seus escritórios em Nova York nesta quinta-feira, 30, após a descoberta de traços de substâncias utilizadas para a fabricação de armas químicas recuperadas por seus inspetores no Iraque. Segundo informe do órgão, a susbstância é altamente tóxica.   Conhecida como fosgeno, o agente químico ataca os pulmões e foi utilizado pela primeira vez durante a Primeia Guerra Mundial. De acordo com uma nota enviada logo após a ameaça, o elemento foi armazenados "por engano" nos anos 1990 nos escritórios da Comissão da ONU para a Inspeção, Vigilância e Verificação (Unmovic) do desarmamento no Iraque em Manhattan, perto da sede central das Nações Unidas, disse a porta-voz da ONU, Marie Okabe.Após a confirmação do caráter tóxico da substância, a ONU evacuou o edifício e entrou em contato com as autoridades dos Estados Unidos, que enviaram uma equipe da FBI.  

Tudo o que sabemos sobre:
ONUNova Yorkarmas químicas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.