Republicanos assumem controle do Senado dos EUA em eleições

Os republicanos conquistaram os votos dos descontentes e garantiram importantes vitórias nas eleições de terça-feira nos Estados Unidos, assumindo o controle do Senado em um movimento punitivo dos eleitores contra o presidente Barack Obama, que terá sua influência política e agenda legislativa limitadas nos últimos dois anos de mandato.

REUTERS

05 de novembro de 2014 | 07h13

Os republicanos venceram em Estados onde os democratas eram favoritos, como na corrida pela vaga no Senado na Carolina do Norte, ganharam em disputas acirradas, como na batalha pela cadeira ao Senado no Kansas, e elegeram governadores em Estados favoráveis aos democratas, como a base política de Obama, Illinois.

Eles também reforçaram o controle sobre a Câmara dos Deputados. Quando o novo Congresso tomar posse, em janeiro, os republicanos estarão no comando das duas Casas do Congresso pela primeira vez desde as eleições de 2006.

Obama, que foi eleito pela primeira vez em 2008 e reeleito em 2012, chamou os líderes democratas e republicanos no Congresso para discutir na próxima sexta-feira o novo cenário político dos EUA.

(Por Steve Holland e John Whitesides)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAELEICOESSENADOREPUBLICANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.