Republicanos elegem deputado em reduto democrata de NY

Os republicanos obtiveram uma surpreendente vitória na terça-feira numa eleição suplementar em um reduto democrata da cidade de Nova York, para preencher a vaga deixada pela renúncia do deputado Anthony Weiner, envolvido em um escândalo sexual.

EDITH HONAN, REUTERS

14 Setembro 2011 | 09h27

Bob Turner, ex-executivo da mídia que havia qualificado a eleição como um repúdio ao presidente Barack Obama, derrotou o deputado estadual democrata David Weprin por 53-47 por cento, segundo dados divulgados por uma TV local.

"Fomos chamados pelo povo deste distrito para mandar um recado a Washington, e espero que ouçam alto e claro", disse Turner a simpatizantes. "Estamos prontos para dizer: 'Sr. presidente, estamos no caminho errado'."

O distrito, que inclui partes do Brooklyn e do Queens, elegia democratas repetidamente desde a década de 1920. O eleitorado democrata ali supera o republicano na razão de três para um.

O triunfo de Turner e a vitória republicana em outra eleição suplementar para a Câmara, no Estado de Nevada, elevaram a maioria oposicionista sobre a bancada governista para 242-192.

Turner, que entrou para a política por se dizer "farto" do excesso de gastos em Washington, defende cortes profundos no orçamento.

Weprin tentou associá-lo ao Tea Party, movimento conservador que defende menos impostos e menor presença do Estado, e é impopular junto a muitos nova-iorquinos liberais.

Em aparição diante de seus simpatizantes, Weprin se recusou a admitir a derrota. "Ainda não acabou", disse.

Já Steve Israel, presidente do Comitê da Campanha Parlamentar Democrata, divulgou nota minimizando a importância da vitória de Turner. "Os resultados (...) não refletem o que irá acontecer em novembro de 2012, quando os desafiantes democratas concorrerem contra os atuais parlamentares republicanos que votaram para acabar com o (programa de saúde pública) Medicare e reduzir a Seguridade Social, mas ao mesmo tempo protegendo lacunas tributárias para as grandes corporações e os ultrarricos."

Weprin arrecadou 500 mil dólares na sua campanha, contra 200 mil de Turner. Ele concorreu sem sucesso em 2009 à vaga de tesoureiro municipal, antes de ocupar na Assembleia Legislativa uma vaga deixada por seu irmão.

Nos últimos dias, grandes nomes democratas tentaram animar a campanha do candidato. O ex-presidente Bill Clinton gravou mensagens disparadas por telefone, e o senador Charles Schumer acompanhou Weprin em eventos.

Na outra eleição da terça-feira, o republicano Mark Amodei foi eleito num distrito com características rurais de Nevada, o qual nunca enviou um democrata para o Congresso.

Mais conteúdo sobre:
EUA ELEICAO REPUBLICANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.