AP
AP

Republicanos ofuscam aniversário da vitória de Obama

Partido vence democratas em eleições locais e conquista governos de Estados em que Obama fez campanha

estadao.com.br,

04 Novembro 2009 | 07h34

O Partido Republicano foi vencedor em duas eleições-chave para governador nos Estados Unidos, um anos após a eleição do democrata Barack Obama para a Presidência do país. Os rivais deram um recado ao presidente antes das eleições para o Congresso, no ano que vem. As vitórias em Virgínia e Nova Jersey foram triunfos de um Partido que busca se reconstruir depois de ter sido apeado do poder nas eleições nacionais de 2006 e 2008.

 

Veja também:

Bloomberg é eleito para terceiro mandato em Nova York

 

No tradicionalmente democrata Estado de Nova Jersey, o governador Jon Corzine, um bilionário ex-executivo de Wall Street, foi derrotado pelo republicano Chris Christie. Na Virgínia, antigo reduto republicano mas vinha apoiando os democratas nas últimas eleições, Bob McDonnel obteve acachapante vitória sobre o democrata R. Creigh Deeds. Várias cidades elegeram prefeitos, incluindo Nova York, onde Michael Bloomberg se reelegeu com uma votação mais apertada do que o previsto.

 

Para analistas, a derrota em Nova Jersey é um duro golpe para os democratas, especialmente depois que o presidente Obama se empenhou pessoalmente na campanha, viajando a Nova Jersey. Nos dois Estados em que os democratas foram derrotados, os republicanos obtiveram os votos dos independentes, que tinham sido cruciais para a vitória de Obama no ano passado. Os resultados das duas disputas foram observados com atenção na busca por pistas sobre as atitudes dos eleitores americanos e como forma de avaliar se a coalizão diversificada que levou Obama à Casa Branca permanece intacta.

 

As vitórias republicanas podem revigorar um partido que havia perdido apoio em eleições nacionais consecutivas, num momento em que os republicanos buscam levantar dinheiro e recrutar candidatos para o pleito do ano que vem. Porém, o impacto dos resultados desta terça-feira sobre o governo Obama e as eleições de 2010 pode ser superestimado, já que os eleitores frequentemente votam concentrados em questões locais.

 

Em Nova York, o prefeito independente Michael Bloomberg obteve apertada vitória sobre o candidato democrata Bill Thompson, conquistando um terceiro mandato. No Estado de Maine, os eleitores rejeitaram em referendo a lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, aprovada pelos legisladores do Estado no início do ano. A lei foi suspensa depois que conservadores lançaram uma petição para rejeitá-la em referendo.

 

Segundo a BBC, apesar de as disputas para governador terem sido dominadas por questões locais, analistas afirmam que a vitória poderá levantar a moral do partido antes das eleições de 2010, as chamadas eleições de metade de mandato. No ano que vem, toda a Câmara dos Representantes, cerca de um terço do Senado e dois terços dos cargos de governador serão eleitos.

Mais conteúdo sobre:
Barack Obama EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.