Rice diz que israelenses e palestinos têm responsabilidade conjunta

Para a secretária de Estado americana, os dois países devem se empenhar no processo de paz

EFE

30 de março de 2008 | 07h02

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, disse neste domingo em Jerusalém que israelenses e palestinos têm "responsabilidade conjunta" no processo de paz, e que não viajou à região para criticar o que foi feito ou não. Em entrevista coletiva junto com a ministra israelense de Exteriores, Tzipi Livni, Rice assegurou que as partes devem criar uma atmosfera e uma realidade na qual os palestinos estejam comprometidos com a segurança de Israel, e este país com a qualidade de vida dos palestinos, informa a imprensa local. A rádio do Exército israelense informou esta manhã que após a reunião com Livni, Rice tem programada uma entrevista com o titular da Defesa de Israel, Ehud Barak, a quem presumivelmente pedirá que redobre seus esforços para aliviar a situação da população palestina na Cisjordânia. "Destinarei boa parte do tempo a questões que afetam a Cisjordânia e a habilidade de fornecer uma vida melhor à população palestina, incluindo vias para melhorar o movimento e os acessos", manifestou Rice pouco após chegar à região no sábado à noite. Barak rejeita cumprir com as promessas feitas há meses à Administração dos EUA de retirar dezenas de postos de controle e outros tipos de barreiras físicas na Cisjordânia, alegando razões de Segurança. Rice se reuniu no sábado à noite com o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, e voltará a fazê-lo antes de deixar a região segunda-feira, informou à Agência Efe o porta-voz do primeiro-ministro, Mark Regev, que não revelou nenhum detalhe do encontro. Rice destacou que não viajava ao Oriente Médio para "inserir idéias americanas no processo", embora sua segunda visita à região em um mês tem o objetivo de impulsionar o processo de paz entre as partes e preparar a visita do presidente, George W. Bush, a Israel em maio. Durante sua última viagem Rice conseguiu que o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, aceitasse retornar às negociações com Olmert, depois de uma curta suspensão por causa de uma violenta ofensiva israelense em Gaza, que causou cerca de 130 mortos e 400 feridos. Rice se reúne nesta segunda-feira na Jordânia com Abbas, que participa este fim de semana na cúpula da Liga Árbe realizada em Damasco. Abbas foi convidado pelo presidente Bush a visitar a Casa Branca para analisar o andamento do processo de paz.

Tudo o que sabemos sobre:
Israel, Rice

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.