Rio de lava de vulcão no Havaí chega a 100 metros de residências

Rio de lava de vulcão no Havaí chega a 100 metros de residências

Há meses lava já estava se aproximando e a Defesa Civil local emitiu alerta para possível evacuação da região

REUTERS

27 de outubro de 2014 | 19h20

Um rio de lava do vulcão Kilauea que vinha se aproximando de áreas habitadas da Ilha Grande do Havaí há meses está agora a meros 100 metros da propriedade residencial mais próxima, alertaram as autoridades nesta segunda-feira.

Os moradores no caminho da lava foram postos de sobreaviso para um possível abandono do local, declarou o Condado do Havaí em um alerta da defesa civil.

O rio de lava, que começou a borbulhar para fora do vulcão em erupção constante em 27 de junho, estancou no fim de setembro, mas retomou sua lenta trajetória várias semanas atrás.

Sua dianteira ruma agora para o vilarejo de Pahoa, uma área onde havia cultivo de cana-de-açúcar e agora consiste em pequenas lojas e residências com uma população de cerca de 800 pessoas.

O comunicado da defesa civil informou que a lava está percorrendo, em média, cerca de 10 a 15 metros por hora, e que as autoridades irão monitorá-la o tempo todo. A dianteira é ampla o suficiente para destruir as casas em seu caminho.

O vulcão Kilauea está em erupção na cratera de Pu'u O'o desde 1983. A última residência destruída por lava na Ilha Grande se encontrava na subdivisão Royal Gardens, em Kalapana, em 2012, de acordo com a agência de defesa civil.

(Por Malia Mattoch McManus e Dan Whitcomb)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHAVAIVULCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.