Robô Curiosity, da NASA, recolhe amostras de rocha em Marte

Pela primeira vez, o jipe-robô Curiosity, da NASA, usou uma broca para coletar amostras de rochas de Marte, que podem oferecer evidência de um possível ambiente com água no passado, afirmou neste sábado a agência especial dos Estados Unidos.

Reuters

11 de fevereiro de 2013 | 20h02

Ao cavar 6,4 cm de rocha sedimentar, o Curiosity coletou pó da pedra e irá analisar o material, usando seus próprios instrumentos de laboratório, informou a NASA em comunicado. Essa é a primeira vez que um robô coletou amostrar de Marte.

"O robô planetário mais avançado da história é agora um laboratório analítico operando completamente em Marte", afirmou John Grunsfeld, gerente da NASA para a Diretoria de Missões Científicas.

A Curiosity cavou uma rocha chamada "John Klein", batizada com o nome de um gerente de projetos de Marte da NASA que morreu em 2011.

Nos próximos dias, os controladores comandarão o braço do robô para processar a amostra.

A escavação e análise é parte do Projeto de Laboratório Científico de Marte da NASA, que está usando a Curiosity para descobrir se uma região de Marte pode ter sido algum dia um ambiente propício à vida.

Imagens do buraco podem ser vistas em (http://www.jpl.nasa.gov/news/news.php?release=2013-052).

(Reportagem de Deborah Zabarenko)

Tudo o que sabemos sobre:
EUANASAMARTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.