SAIBA MAIS-Fatos sobre Panetta,novo secretário de Defesa dos EUA

O presidente Barack Obama confirmou na quinta-feira a indicação de Leon Panetta, diretor da CIA, para o cargo de secretário de Defesa. A seguir, cinco fatos a respeito dele:

REUTERS

28 de abril de 2011 | 19h29

* Panetta, 72 anos, é um democrata de longa data, que deixou sua marca em Washington ao conseguir reduzir o déficit federal na década de 1990. Como presidente da Comissão de Orçamento da Câmara, forçou em 1990 o então presidente George H.W. Bush, republicano, a violar sua famosa promessa de "leiam meus lábios, nada de novos impostos". Para muitos, aquele acordo orçamentário do Congresso com a Casa Branca ajudou a catapultar o democrata Bill Clinton à presidência em 1992.

* Panetta se tornou diretor da CIA em fevereiro de 2009, no começo do governo Obama. Defendeu bombardeios teleguiados contra supostos militantes em áreas tribais da fronteira entre Afeganistão e Paquistão, que já haviam começado no mandato de George W. Bush. Como chefe da espionagem norte-americana, viajou a mais de 30 países.

* No governo de Bill Clinton, foi nomeado para o Escritório de Gestão e Orçamento, onde participou da negociação de um acordo, em 1993, que elevou impostos e colocou o país no rumo do equilíbrio orçamentário. Assumiu depois a chefia de gabinete da Casa Branca e em 1996 ajudou a negociar com os republicanos um acordo sobre um impasse orçamentário que havia paralisado o governo federal e resultante de um impasse orçamentário que muitos atribuem à ira dos republicanos no Congresso. Deixou a Casa Branca antes que Clinton fosse alvo de um processo de impeachment no Congresso.

* Panetta se formou em Direito pela Universidade Santa Clara. Depois de passar pelo Exército, trabalhou com uma série de republicanos moderados ou liberais.

* O presidente Richard Nixon o nomeou diretor do Escritório de Direitos Civis, o qual ele depois deixaria por discordâncias com o governo republicano a respeito de como implementar os direitos civis. Deixou o Partido Republicano e se tornou democrata em 1971, sendo eleito para o Congresso pela primeira vez em 1976, representando um distrito próximo a San Francisco.

(Texto de Jackie Frank, com reportagem adicional de Mark Hosenball)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAPANETTASAIBAMAIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.