Sanções devem forçar líder da Líbia a pensar, dizem EUA

As sanções da ONU contra a Líbia devem fazer os integrantes do governo do líder líbio, Muammar Gaddafi, pensar sobre as consequências de suas ações, disse a embaixadora dos Estados Unidos para a entidade, Susan Rice, na segunda-feira.

REUTERS

28 de fevereiro de 2011 | 18h00

Susan afirmou ainda que não há discussões em Nova York sobre um embargo de petróleo contra a Líbia.

(Reportagem de Jeff Mason e Matt Spetalnick)

Tudo o que sabemos sobre:
EUALIBIASANCOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.