Sarah Palin é uma 'rainha da beleza' confusa, diz Chávez

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, famoso por seus insultos criativos a líderes mundiais, chamou a candidata à vice-presidência dos Estados Unidos Sarah Palin, de "rainha da beleza" confusa, nesta sexta-feira, depois que ela o chamou de ditador. Chávez, um esquerdista que frequentemente zomba do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, citou o conselho de Jesus Cristo para lidar com os comentários de Palin, que é governadora do Estado do Alaska pelo Partido Republicano e ex-vencedora de um concurso de beleza. "Eu vi a candidata à vice-presidência, ela estava falando sobre 'o ditador Hugo Chávez'. Coitada, tenho pena dela", disse Chávez na televisão. "Ela é uma rainha da beleza que foi colocada para ser testa-de-ferro. Precisamos dizer como Cristo disse: Perdoe-a, ela não sabe o que diz", afirmou Chávez. O candidato republicano à Presidência dos EUA, John McCain, escolheu Palin, que se auto denomina uma "mãe caçadora de alces", em um ato surpresa para movimentar a base cristã e conservadora do partido. McCain e seu rival democrata Barack Obama já prometeram reduzir a dependência do petróleo da Venezuela, que fornece aproximadamente 11 por cento do total das importações norte-americanas. Chávez, que expulsou o embaixador dos EUA na Venezuela em setembro, descreveu os EUA como um império em decadência e já chegou a festejar a crise financeira. O líder venezuelano apareceu nas manchetes em 2006 ao chamar Bush de "demônio" na assembléia das Nações Unidas. Ele também causou polêmica ao chamar a primeira-ministra alemã, Angela Merkel, de uma descendente política de Adolf Hitler. (Reportagem de Fabian Andres Cambero)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.