Sargento dos EUA responde por uma morte a menos no Afeganistão

O Exército dos Estados Unidos retirou nesta sexta-feira uma das acusações de homicídio imputadas ao sargento Robert Bales, originalmente acusado de matar 17 camponeses afegãos em março.

REUTERS

01 de junho de 2012 | 20h13

Bales continua sendo acusado de possuir e usar esteroides ilegalmente e de consumir álcool ilegalmente durante sua mobilização como militar. Ele passou a responder por 16 homicídios.

Militar condecorado após quatro passagens pelo Iraque e Afeganistão, Bales é acusado de sair durante a noite do seu quartel e abrir fogo indiscriminadamente contra civis, num caso que abalou fortemente as relações entre os Estados Unidos e o Afeganistão.

O Afeganistão inicialmente relatou 16 mortes, mas apesar disso Bales foi acusado por 17 homicídios, sendo oito adultos e nove crianças.

O Exército disse em nota que o indiciamento foi emendado por causa de "desenvolvimentos na investigação em curso". Não foram divulgados detalhes sobre o que motivou a revisão.

(Reportagem de Laura L. Myers)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAAFEGANISTAOMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.