Schwarzenegger pede ajuda de Guarda Nacional contra incêndios

Uma pessoa morreu e mais de 260 mil tiveram que ser retiradas de suas casas

Efe,

23 de outubro de 2007 | 03h17

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, pediu a ajuda da Guarda Nacional para combater os incêndios nos arredores da cidade de San Diego, onde mais de 260 mil pessoas foram retiradas de suas casas. Pelo menos uma pessoa morreu. Veja também:Chamas ameaçam mansões de famosos na CalifórniaSchwarzenegger decreta estado de emergência por incêndios na Califórnia  Em uma coletiva, Schwarzenegger, que havia declarado o estado de emergência no domingo, revelou que nesta segunda-feira chamou 1.500 membros da Guarda Nacional, 200 deles postados na fronteira com o México, para ajudar nas tarefas. "Esta é uma hora trágica para toda a Califórnia", disse o governador, acrescentando que "o inimigo número um é o vento". Estados vizinhos, como Nevada e Arizona, já enviaram grupos de resgate e equipes para ajudar a controlar o fogo, disseram fontes oficiais. O presidente George W. Bush falou por telefone com Schwarzenegger para oferecer a ajuda do governo federal. Fontes oficiais informaram que dezenas de imóveis foram devorados pelas chamas e milhares estão ameaçados pelos incêndios. Os incêndios "têm múltiplas frentes e avançam em diversas direções", disse aos jornalistas Roxannne Provaznik, porta-voz do Serviço Florestal da Califórnia.

Tudo o que sabemos sobre:
Califórniaincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.