Seca leva Schwarzenegger a declarar emergência na Califórnia

Perdas do estado na agricultura devido à falta de chuvas este ano podem chegar US$ 3 bilhões

EFE

28 de fevereiro de 2009 | 02h17

O governador Arnold Schwarzenegger declarou neste sábado estado de emergência na Califórnia devido à seca e advertiu sobre a possibilidade de ordenar racionamento de água. "A Califórnia enfrenta o terceiro ano seguido de seca e devemos nos preparar para o pior, um quarto, um quinto e até um sexto ano de seca", afirmou. As autoridades do estado advertiram que, como resultado da falta de chuvas, existe o perigo de que se percam quase 100 mil fontes de trabalho na agricultura. A possibilidade agravaria o problema do desemprego na Califórnia, que, com índices acima de 10%, é um dos mais altos do país. Calcula-se que as perdas para o setor devido à falta de chuvas este ano possam chegar US$ 3 bilhões. Schwarzenegger, que propôs uma série de medidas para aumentar a conservação dos recursos hídricos, pediu às autoridades das cidades do estado que reduzam o uso de água ou que encarem a possibilidade de ordenar racionamentos, que poderiam começar já em um mês. A Califórnia é o centro de produção de mais da metade das frutas e verduras consumidas nos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
SECACALIFÓRNIARACIONAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.