Secretária de Estado dos EUA é hospitalizada com coágulo sanguíneo

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, foi internada em um hospital de Nova York no domingo com um coágulo sanguíneo ligado a uma concussão que ela sofreu neste mês, informou o Departamento de Estado em um anúncio que deve alimentar especulações sobre a saúde de uma das figuras políticas mais conhecidas dos Estados Unidos.

ANDREW QUINN, Reuters

31 de dezembro de 2012 | 07h47

Hillary, 65, está fora dos holofotes públicos desde meados de dezembro, quando segundo autoridades ela sofreu uma concussão após desmaiar devido a um vírus estomacal contraído durante uma viagem à Europa.

"Com o exame hoje, os médicos da secretária Clinton descobriram que um coágulo sanguíneo havia se formado, derivado de uma concussão que ela sofreu há várias semanas", disse no comunicado o porta-voz do Departamento de Estado Philippe Reines.

"Ela está recebendo tratamento com anti-coagulantes e está no Hospital Presbiteriano de Nova York para que possam monitorar a medicação nas próximas 48 horas", dissse Reines. "Eles vão determinar se será necessária mais alguma ação."

Tudo o que sabemos sobre:
EUACLINTONHOSTPITALIZADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.