Senado de Nova York aprova casamento gay

Depois de tensas negociações que duraram toda a semana, nova legislação foi aprovada com 33 votos e 29 contrários

EFE,

24 de junho de 2011 | 23h54

NOVA YORK - O Senado de Nova York aprovou, nesta sexta-feira, 24, depois de uma semana de tensas negociações, a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo. Este foi o sexto Estado dos Estados Unidos a permitir o matrimônio homoafetivo.

 

A nova legislação foi aprovada com 33 votos a favor e 29 contrários. A votação foi nervosa, com os senadores democratas e republicanos explicando suas respectivas decisões, enquanto, do lado de fora, partidários e críticos da medida aguardavam o resultado final.

 

Na quinta-feira, durante um ato de arrecadação de fundos para sua campanha à reeleição, o presidente dos EUA, Barack Obama, disse que os casais homossexuais merecem ter "os mesmos direitos" que quaisquer outros no país.

 

O casamento entre pessoas do mesmo sexo já era permitido nos estados de Massachusetts, New Hampshire, Vermont, Connecticut e Iowa, além de Washington DC.

 

As uniões de fato já eram legais na cidade de Nova York e em São Francisco, da mesma forma que em outras localidades dos estados da Califórnia, Colorado, Havaí, Maine, Maryland, Nova Jersey, Ohio, Oregon, Wisconsin e Washington.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.